Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

La Vie en Chérie

Para os apaixonados por moda, cinema, livros e por uma vida doce e divertida

La Vie en Chérie

Para os apaixonados por moda, cinema, livros e por uma vida doce e divertida

10 Filmes | Bigodes Emblemáticos

O tema hoje é… BIGODES! Sim, leram bem, bigodes. Grandes, pequenos, farfalhudos, em lápis, em pente e todos os tipos cujos nomes desconheço. Este elemento de estilo tem acompanhado o homem desde há muito tempo, tendo, obviamente, variado consoante a moda da época. Deste modo, nem o cinema ficou impune aos bigodes, ou moustaches em inglês e, muitas foram as personagens emblemáticas que ficaram caracterizadas por um. Dos muitos bigodes cinematográficos que conhecemos, seleccionámos dez (e meio), que vos damos a conhecer. Muitos foram os que ficaram de fora, com muita pena nossa, mas não havia espaço para todos.

Moustache.jpg

10) Charlie Chaplin em The Great Dictator – o típico bigodinho estilo Hitler, que ficou aqui satirizado pelo grande Charlot.

9) Will Farrel em Anchorman – A lenda de Ron Burgundy já é um filme bastante disparatado e, como tal, o protagonista teria que ter um bigode que o caracterizasse como um verdadeiro exemplar da espécie masculina.

8) Ben Stiller em Dodgeball – Num filme tão incomum como o anterior, não podia deixar de ter um bigode da mesma elevada categoria. Este ainda tem a companhia de uma mosca para o bigode não se sentir sozinho.

7) Tom Hardy em Bronson – Aqui é o look completo, careca e bigode farfalhudo, not not, not. Sobretudo num actor de que gosto tanto, que entra numa das séries que mais gosto – Peaky Blinders (onde, não tem bigode ahah). 

6) Matt Dillon em There’s something about Mary – Confesso que este bigode estilo lápis, pente (ou aquilo que lhe queiram chamar) me assusta um bocado. Acho que dá ao actor de Herbie um aspecto de “andar cá que eu vou-te comer”.

Bigodes 1.jpg

5) Daniel Day-Lewis em Gangs of New York – O personagem William Cutting é caracterizado por um bigode farfalhudo que revira nas pontas, dando assim um toque de “franciú”

4) Marlon Brando em The Godfather – Deste homem poderia esperar-se um bigode grande e gordo, que impusesse respeito. No entanto, não vamos desvalorizar o facto de ser italiano, o que acabou por lhe conferir um bigode de “Don’t mess with me!”

3) Sam Elliot em The Big Lebowski – não sendo uma das personagens com mais tempo de ecrã neste filme, o seu bigode farfalhudo capaz de dignificar qualquer alto espécime masculino, enche o grande ecrã e acrescenta aquele toque de classe a qualquer homem que queira ser respeitado sem precisar de dizer uma palavra.

2) Clarke Gable em Gone With The Wind – Rhett Butler com o seu bigode galante, que transmite com toda a segurança, a expressão “anda cá ao pai”

1) Dustin Hoffman em Hook – O topo encontra-se o Capitão Gancho, o famoso vilão do Peter Pan. Bigode mais característico e tchanan que este não existe. Questiono-me só o que acontece quando ele se engana e coça o bigode com o gancho… Rápido, rápido, qual é o nome desse filme? “There will be blood” (Ba-dum tsss)

Bigodes 2.jpg

E a menção honrosa, o prémio de meio bigode do cinema vai para…. Tan tan tan tan (tambores a rufar):

Salma Hayek em Frida – fazendo jus à pintora mexicana, Salma Hayek adquire aqui aquilo a que chamo um meio bigode, um bigode de senhora.

Salma Hayek Frida.jpg

Pessoalmente não gosto de bigodes. Acho que são meros filtros de sopa. E vocês? Lovers or haters?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.