Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

La Vie en Chérie

Para os apaixonados por moda, cinema, livros e por uma vida doce e divertida

La Vie en Chérie

Para os apaixonados por moda, cinema, livros e por uma vida doce e divertida

Chérie, hoje apetecia-me ver... Boogie Nights

Hoje trago-vos um filme pouco convencional, que foi nomeado aos óscares, e que eu não conhecia até estar a dar na televisão pública numa noite destas. Falo de Boogie Nights, um drama de 1997, estrelado por Mark Wahlberg, Julianne Moore, Burt Reynolds, Heather Graham, John C. Riley, William H. Macy, Philip Seymour Hoffmann e muitos outros.

sem nome (57).png

A história? Em dois adjectivos: controversa e polémica. Procura retratar a indústria de cinema para adultos, nos anos 70-80, através de várias perspectivas: um empregado de bar que quer subir na vida, um realizador que não consegue perceber o quão maus são os filmes que faz, uma mãe que se vê sem o filho, entre outros.

Mark Wahlberg dá vida ao personagem principal, Eddie Adams, um jovem empregado de bar, que lava pratos para ganhar a vida, mas cuja ocupação não o satisfaz. Este é, mais tarde, acolhido por Jack Horner (Burt Reynolds), que lhe dá a conhecer o louco mundo dos filmes de bolinha no canto. Aqui conhece muitos actores e actrizes, que lhe mostram a vida perfeita, com um trabalho que parece fácil e lhe permite estar constantemente em festas e encher o seu ego com bens materiais. No entanto, a dada altura, começam a surgir os problemas, as drogas, as dependências e o desespero...

boohie.jpg

Um filme que nos leva a questionar a integridade humana, a humildade, a honestidade e a dependência da aprovação dos outros.

Foi nomeado para três óscares: melhor actriz principal (Julianne Moore), melhor actor secundário (Burt Reynolds) e melhor guião (Paul Thomas Anderson). Porém acabou por não ganhar nenhum.

 

Classificação: 8/10 (classificação IMDb 7,9)

1 comentário

Comentar post