Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

La Vie en Chérie

Para os apaixonados por moda, cinema, livros e por uma vida doce e divertida

La Vie en Chérie

Para os apaixonados por moda, cinema, livros e por uma vida doce e divertida

Chérie hoje quero ir... espreitar o guarda roupa da Bela Adormecida!

Este fim de semana vamos até uma das zonas mais cliché de Lisboa, onde vão todos os turistas, mas à qual nenhum lisboeta consegue resistir: a Baixa Pombalina.

Mas daí vamos até um sítio mais específico... Se gostam de moda, arquitectura, design e/ou arte contemporânea, este é o programa ideal para vocês! Já adivinharam? Vamos ao MUDE!

Mude.jpg

1897845_753600624677318_8057002460246092199_n.jpg

O Museu do Design e da Moda está situado nas antigas instalações do Banco Nacional Ultramarino (posteriormente comprado pela Caixa Geral de Depósitos), tendo sido inaugurado em 2009. Teve na sua origem, a aquisição da colecção de arte de Francisco  Capelo por parte da Câmara Municipal de Lisboa. Actualmente é um projecto ainda em construção, sendo que no futuro contará com seis pisos além do térreo e da cave com os cofres do banco, totalizando oito.

Por agora podem visitar a exposição de longa duração do museu, de nome Único e Múltiplo, ou então um das temporárias, como BORO: O Tecido da Vida, Por Detrás das SombrasPuras Formas ou então a nova exposição acabadinha de abrir (foi ontem a inauguração) e que é a principal razão de vos trazermos esta proposta de visita ao MUDE. 

img_757x426$2014_11_21_21_55_11_419051.jpg

A exposição de que vos falo chama-se De Matrix a Bela Adormecida e traz até nós o trabalho de António Lagarto, um figurinista, cenógrafo e artista plástico português, com uma vasta obra em diversos campos, incluindo a fotografia, cinema, design, ilustração, etc. Nesta exposição podem ver quase

300 peças (vestuário, adereços de cabeça, joias e sapatos) que foram vestidas por alguns dos mais importantes atores, atrizes e bailarinos para corporalizarem várias figuras do universo dramatúrgico nacional e internacional. (...) No caso dos figurinos de António Lagarto, evidencia-se a grande visualidade de cada proposta, a mestria do corte, a esmerada e requintada escolha dos materiais e uma obsessiva busca pela perfeição.

 

Assim, se além de se enquadrarem numa das categorias de gostos que referimos logo no início, também gostarem de moda, teatro, dança, espectáculo ou cinema não podem perder esta exposição!

Como último argumento: a entrada no museu é GRATUITA para qualquer uma das exposições! Não têm desculpas para não ir, ou para dizer que em Portugal a cultura é cara e inacessível. O MUDE mudou isso (entre outras iniciativas e espaços culturais) e está à vossa espera.

O museu encontra-se aberto todos os dias à excepção das segundas feiras das 10h às 18h e esta exposição está aberta até dia 29 de Março do próximo ano.

1 comentário

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.