Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

La Vie en Chérie

Para os apaixonados por moda, cinema, livros e por uma vida doce e divertida

La Vie en Chérie

Para os apaixonados por moda, cinema, livros e por uma vida doce e divertida

Séries da minha vida #35 - Narcos

Narcos é uma das produções que marcou o ano de 2015, revelando-se uma série de excelência que aborda uma personalidade fascinante. Estreada em Agosto, emitida pela Netflix e produzida por José Padilha (de Tropa de Elite), conta actualmente com uma temporada de dez episódios. No entanto, devido ao enorme sucesso, já se encontra encomendada uma segunda temporada, que estreará em Agosto de 2016.

narcos.jpg

A série aborda uma personalidade que marcou afincadamente a década de 1980 – Pablo Escobar. Por muitos considerado como brutal, impiedoso e ambicioso, este narcotraficante que nasceu pobre, chegou a soberano do Cartel de Medellín. Apesar de ser conhecido por todos os escândalos, assassinatos, subornos e muitas outras situações, não deixa de ser uma personalidade extremamente fascinante.

Porém, na série da Netflix, Pablo Escobar (Wagner Moura) não é a personagem principal da trama, mas sim o foco de incidência. O protagonismo recai sobre o narrador, o agente da DEA (Drug Enforcement Administration) encarregue de apanhar o narcotraficante – Steve Murphy (Boyd Holbrook).

Steve mudou-se com a esposa, Connie (Joanna Christie), para a Colômbia, afim de cumprir a tarefa que lhe havia sido designada – deter o mais brutal dos narcotraficantes. Lá, em conjunto com o seu parceiro, Javier Peña (Pedro Pascal) envolve-se numa trama complexa, numa perseguição sem saída, da qual Escobar parece sair sempre ileso. No mundo do narcotraficante, tudo se consegue resolver com a sua máxima “plata o plomo” (prata ou chumbo – suborno ou morte).

Nova Imagem.jpg

A primeira temporada acompanha a ascensão do narcotraficante, o transporte de droga de Medellín para os E.U.A. através de Miami, os vários atentados e atrocidades, a sua vida luxuosa, e o cativeiro na prisão que ele próprio mandou construir.

Wagner Moura dedicou-se de corpo e alma a este papel, tendo mesmo engordado 20kg para ficar mais parecido com Escobar. Deslocou-se a Medellín para ficar a conhecer melhor a vida do traficante e, essa dedicação é, claramente, notória na personagem. É impossível não ficar apaixonado pela interpretação de Wagner Moura, que torna Escobar ainda mais fascinante do que ele realmente é. Boyd Holbrook e Pedro Pascal não ficam nada atrás, pois as suas interpretações também são de excelência. Com uma realização extraordinária, actores excelentes, personagens ricas e extremamente bem desenvolvidas e uma banda sonora excepcional, esta é, sem dúvida, uma das séries do ano.  

Por enquanto ainda teremos que aguardar para ver a segunda temporada, mas pelo curso da história, pensa-se que terminará com a perseguição final e morte de Pablo Escobar.

 

Classificação: 9/10

 

Já viram? Gostaram?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.