Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

La Vie en Chérie

Para os apaixonados por moda, cinema, livros e por uma vida doce e divertida

La Vie en Chérie

Para os apaixonados por moda, cinema, livros e por uma vida doce e divertida

Séries da minha vida #8 - How To Get Away With Murder

Acabei há uns dias uma série que tinha adoptado recentemente – How to get away with murder – em português de Portugal, Como Defender Um Assassino. Acho que só por si o título já chama bastante a atenção. Quem é que não está ansioso para saber como se vão safar os ditos assassinos?

transferir.jpg

É recente, é de 2014, e é emitida pela ABC. Foi criada por Peter Nowalk e a produtora é, nada mais nada menos que, Shonda Rhimes, igualmente produtora de Grey’s Anatomy.  

O argumento baseia-se na vida pessoal  e profissional de Annalise Keating (Viola Davis), professora de Direito Penal na Universidade de Middleton, Filadélfia. Nesta prestigiada (ainda que fictícia) escola, Annalise escolhe todos os anos um grupo de cinco alunos – os cinco melhores da turma – para trabalhar no seu escritório pessoal e ajudar na resolução de casos reais. No ano em que se passa a série, os escolhidos são: Connor Walsh, um rapaz homossexual, habituado a conseguir o que quer através de sexo; Michaela Pratt, uma jovem mimada e que vive num mundo cor-de-rosa, onde ela própria é perfeita e superior a todos; Asher Millstone, rico e de boas famílias; Laurel Castillo, de ascendência hispânica, foi escolhida não só por ser inteligente, mas também pela sua beleza; e por fim, Wes Gibbins, o único que é pobre, muito inteligente mas um pouco perdido no meio de tudo. Juntos formam os Keating’s Five

Annalise vive com o marido Sam, um professor de Psicologia e trabalha com dois associados – Bonnie, também advogada, e Frank (cuja profissão eu desconheço, mas não é advogado).

Nova Imagem.jpg

A par com os dramas que vão surgindo, fruto dos casos que têm que defender, existe um homicídio que acompanha toda a temporada, e é ele que une todas as personagens. A série começa do fim, ou seja, começamos a ver uma das cenas finais da temporada, e depois voltamos a algumas semanas atrás, onde vai sendo explicado, ao longo dos episódios, qual a razão desse acontecimento.

Não posso adiantar muito mais, estaria a contar coisas que não posso, pois são elas que garantem as bocas abertas em determinadas cenas.

Posso adiantar que foi renovada para uma segunda temporada e que ganhou inúmeros prémios como Melhor Actriz numa Série de Drama, Melhor Argumento de Série Dramática, Melhor Programa do Ano, entre outros.

O IMDb atribui 8.3, eu dou um bocado mais e vou até 9/10. 

 

Viram? Gostaram? Vão ver?

7 comentários

Comentar post