Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

La Vie en Chérie

Para os apaixonados por moda, cinema, livros e por uma vida doce e divertida

La Vie en Chérie

Para os apaixonados por moda, cinema, livros e por uma vida doce e divertida

Neste dia... 1 de Dezembro

Allan Stewart Königsberg é o nome artístico do conceituado cineasta Woody Allen. 

woodyallen.jpg

Nascido no Bronx, em Nova Iorque em 1935, celebra hoje oitenta primaveras. Os seus primeiros destaques foram no mundo da comédia, uma vez que, nos anos 60 era já conhecido pelas suas performances no campo da stand-up comedy.

Em 1965 surgia o seu primeiro filme, What’s New Pussycat, que era uma paródia de James Bond. Desde então, Woody Allen dedicou-se a produzir (em média) um filme por ano, contando actualmente com cerca de quarenta títulos. Dos mais conhecidos podemos referir: Annie Hall (1977), Manhattan (1979), Hannah and Her Sisters (1986), Vicky Cristina Barcelona (2008), Midnight in Paris (2011) e Blue Jasmine (2013).

annie_hall.jpgmanhattan.jpghannah_and_her_sisters.jpg

 vicky_cristina_barcelona.jpgMidnight In Paris Poster.jpgblue_jasmine.jpg

Por todo o seu brilhantismo, já foi nomeado vinte e três vezes aos óscares, tendo ganho quatro deles.

 

Qual o vosso filme favorito deste realizador?

Chérie, hoje apetecia-me ver... "Midnight in Paris"

Paris, a cidade do amor, da luz, da arte, da boémia exerce uma atracção inexplicável em muitos de nós, mesmo para aqueles que, como eu, nunca estiveram lá. Continuando a sua recente tradição de filmar na Europa, Woody Allen decidiu-se pela cidade mágica de Paris e realizou em 2011 uma verdadeira obra prima.

midnight-in-paris-poster.jpg

Gil Pender (Owen Wilson) é um argumentista de filmes de Hollywood que ambiciona mais no mundo da escrita, e que se dedica a finalizar o seu primeiro romance. Ele e a sua noiva Inez (Rachel McAdams) vão de férias com os pais dela para Paris, cidade que sempre fascinou Gil. Enquanto que os seus companheiros de viagem preferem visitar lojas e os monumentos típicos para turistas, Gil anseia por conhecer a cidade para a qual gostaria de se mudar um dia. Numa noite em que se perde pelas ruas, Gil embarca na aventura da sua vida e descobre que Paris à meia noite é... mágica! De um momento para o outro encontra-se entre a elite artística e cultural que habitava Paris nos anos 20. O sonho da sua vida torna-se, todas as noites, real.

vlcsnap-2014-10-31-00h46m44s192.png

vlcsnap-2014-10-31-01h14m39s159.png

Tal como a cidade, este é um filme mágico. Woody Allen conduz-nos ao longo de 1h30m não só por Paris, mas acima de tudo pela atmosfera criativa que se vivia nos anos 20, e pelos sonhos e aspirações de Gil. Para qualquer pessoa que admire a época, este filme é uma pérola com tantas referências e nomes sonantes, como Fitzgerald, Hemingway, Picasso ou Dalí, entre muitos, muitos outros. Como é hábito nos filmes de Allen, Midnight in Paris tem um tom bem humorado proporcionando gargalhadas, e com alguma pertinente crítica social e reflexões sobre a vida e os sonhos.

A história é soberba e extremamente original, sendo por isso mais que merecido o Óscar para Melhor Argumento Original que recebeu em 2012, além das nomeações a Melhor Filme, Melhor Realizador e Melhor Direcção de Arte. A fotografia é perfeita, assim como a banda sonora. Owen Wilson oferece uma performance bastante boa num filme que sai do seu registo habitual, e que lhe oferece muito por explorar. Tem um elenco recheado de estrelas como Marion Cotillard, Tom Hiddleston, Adrien Brody, Kathy Bates, Michael Sheen, Léa Seydoux, Carla Bruni, etc.

Classificação: 10/10

vlcsnap-2014-10-31-01h15m02s126.png